O que um programador faz? E o que uma Orquestra tem a ver com isso?

Tempo de leitura: 2 minutos

O que um programador faz pode ser evidente para muitas pessoas, mas ao longo da minha carreira na programação percebi que para a grande maioria não é.

O que um programador faz afinal de contas?

Desde sempre tive dificuldades para explicar para as pessoas o que eu faço.

Um belo dia encontrei a resposta no lugar que eu menos esperava ver algo relacionado com programação, que eu conto neste vídeo abaixo:

Uma das coisas que eu sempre digo para quem está iniciando no mundo da programação é que, antes de começar a mergulhar nos códigos, é preciso entender algumas coisas básicas, incluindo a função do programador.

Parece bobo, mas acredite, não é.

Se você está começando agora a sua jornada para se tornar um programador, ter em mente qual será o seu papel nisto tudo vai facilitar muito o seu aprendizado.

Um exemplo um tanto quanto sonoro

Agora que já entendeu o modelo orquestra, um pequeno exercício pra você:

  • Assista agora o vídeo abaixo até 1:45 mais ou menos, imagine que a orquestra é o seu computador ou smartphone (ou qualquer sistema que rode com programação).
  • Perceba como o maestro (sistema operacional) age controlando os músicos (recursos: processador, etc), como os músicos leem as partituras (códigos) e executam a obra (aplicativo/software), e como tudo funciona perfeitamente.
  • Aos 40 segundos, observe o músico alternando o olhar entre a partitura e o maestro.

Daqui pra frente, toda vez que você ligar o seu smartphone, o seu computador ou até uma SmartTV, lembre-se que existe uma sinfonia computacional acontecendo por debaixo dos panos, e que compositores em algum momento da história pararam e dedicaram tempo para escrever aquela obra, que é tão precisa e perfeita, que pode ser reproduzida por anos e anos sem nenhuma alteração.

Claro, este é o cenário ideal. Como você sabe, aplicativos não são perfeitos e sempre podem ser melhorados. Esta é a eterna busca de um programador em sua jornada de aprendizado, e é por isso que estamos aqui.

E você? Quer ser compositor de obras computacionais também?
Cadastre seu e-mail aqui no site para receber mais conteúdos como este e começar a dar os seus primeiros passos neste incrível mundo da programação.

Deixe um comentário aqui em baixo pra eu saber o que você achou do Modelo Orquestra.

Summary
O que um programador faz? E o que uma Orquestra tem a ver com isso?
Article Name
O que um programador faz? E o que uma Orquestra tem a ver com isso?
Description
Veja aqui um jeito único de explicar o que um programador faz (e como o computador funciona) com uma comparação um tanto quanto musical: o Modelo Orquestra.
Author
Publisher Name
Tiago Salem
  • Tiago Salem

    E só pra complementar, é isso aqui que acontece quando o programador não faz os códigos direito -> https://www.youtube.com/watch?v=wpFQLw5_N2o

    • Filipe C. Martins

      Nossa, que desastre! rs.
      Nesse caso tudo deu errado, o código, o sistema operacional e o processador quase parando kkkk.

      Belo exemplo complementar! ^^

  • José Eduardo Azevedo Melo

    É uma das mais bacanas analogias que já vi! Talvez seja porque penso que sou músico… hahaha… Fico na torcida para estudarmos “partituras escritas em Python” hehe Começamos com o pé-direito! Valeu Tiago!

    • Caramba! Valeu José! Música tem muito a ver com programação. Se for analisar bem, as figuras da partitura podem ser medidas em potência de 2, que é a base da computação. 🙂

      Obrigado pelo comentário!

  • Jordan Santos

    Muito legal a comparação com a orquestra!
    Parabéns pela iniciativa e, ficarei antenado por mais conteúdos que serão de grande valia para quem deseja iniciar nesta área(como eu) e para quem possui experiência.
    Valeu Tiago. Sucesso!

    • Obrigado, Jordan!
      Fico feliz que gostou.
      Abraço!

  • Luis Cafori

    Não deu para assistir só os 1:45, comparação muito, muito boa mesmo já assisti bastante esse tipo de espetáculo, mas nunca havia pensado algo do tipo, agora graças a essa excelente analogia, nas proximas vezes alem de apreciar a musica vou ver esse outro lado.
    De fato um tanto romântica a comparação, penso que, os iniciantes precisam desse tipo de incentivo, que é muito melhor do que eu ouvi a pouco “programar dói”, o que foi um desincentivador para dizer o minimo.
    Parabéns pela explicação, ficarei aguardando ansioso os próximos e-mails.

    • Fala Luis,

      Orquestras são demais mesmo!
      Eu também assisti bem mais que os 1:45 hehe
      Sem dúvida, apesar da romantização, eu acho que essas comparações ajudam muito quem está iniciando.

      Obrigado pelo apoio!
      Abraço

  • Eduardo Gomes Santos

    Muito boa essa comparação.

  • Samuel Ramox

    Ótima metáfora Tiago!

  • Filipe C. Martins

    Adorei sua introdução e a forma que conseguiu esplicar o papel do programador etc, usando o exemplo da musica (Orquestra).

    Aguardando novos conteudos. Abraço!

  • Jose Avelar

    Gostei muito da sua explicação, explicar bem o papel do programador e como o computador trabalha. Parabéns!Excelente post e uma ótima explicação.

    • Obrigado, Jose!
      Legal que gostou.
      Abraço!

  • Haroldo Sales

    Muito bom a comparação, agora ficar muito mas facil explicar e fazer ate os jovem dos dias de hoje querer virar um programador

    • Valeu pelo comentário, Haroldo!
      Abraço.

  • Higor Vinicius

    Salem, Muito boa a comparação! Nunca tinha pensado nisso, até agora.
    Iniciante em programação e ansioso para aprender com seus conteúdos!

    • Fala Higor!
      Fico feliz que tenha gostado.
      Abraço!

  • Andre Rodrigues

    Parabéns pelo post! Gostei muito da explicação e do vídeo de exemplo.
    Já estou esperando mais postagens 🙂

    • Obrigado André!
      Já estou preparando o próximo post. Aviso por e-mail quando sair do forno 🙂
      Abraço!

  • Samuel Tom

    Estou ansioso para as próximas postagens. Tiago Salém Ótima postagem. A noção de programação começa com essas pequenas percepções e ao mesmo tempo grandes no sentido de entender como funciona todo o mecanismo da lógica e dacriatividade do Desenvolvedor.

    • Fala Samuel,
      exatamente! Eu penso que esse conteúdo introdutório é necessário.
      E desde o início saber que um programador precisa de criatividade além de lógica é essencial.
      Obrigado pelo comentário.
      Abraço.

  • Henrique AD

    Muito boa comparação… fui imaginando e me deixando levar, quando fui ver já eram mais de 35min. de vídeo…kkkk… Aproveitei e ouvi até o final…

    • haha, que massa!
      Eu não cheguei a ouvir tudo, mas agora que abri aqui pra responder, vou deixar rolando no background enquanto trabalho 🙂
      Valeu Henrique!

  • Ed B Alves

    Muito show a comparação, realmente faz muito sentido, por que não pensei nisso antes! hehehe..

    • Fala Ed, valeu!
      Demorou um pouco pra cair a minha ficha também 🙂
      Abraço!

  • Anderson Paim Dos Santos Viann

    O legal disso, ‘a comparação’ de certa forma se aplica não somente a programação mas a diversos aspectos na vida. E que da forma que tu colocaste, acho eu que não haveria forma mais clara.
    Muito obrigado pela força e parabéns.

    • E aí, Anderson!
      É verdade.. se for pensar bem, isso se aplica a bastante coisa sim. Fico feliz que tenha ficado claro 🙂

      Valeu pelo comentário! Abraço!

  • Augusto Gomes

    Tiago, reallmente sua comparação com a orquestra é bem pertinente.
    Muito bem escolhido o video da orquestra, fiquei emocionado com tamanha
    beleza. Assisti bem mais que 1:45 também. Muito legal o conteúdo do site. Obrigado por disponibilizar para nós, iniciantes, o conhecimento. Um abraço.

    • Valeu Augusto!
      Que bom que curtiu.
      Digamos que a escolha do vídeo foi de certa forma proposital 🙂
      Abraço!

  • sandy

    “Eu escrevo partituras para computadores” – uma resposta de uma frase hehe

    • Olha aí.. é uma boa frase! haha

      Talvez desperte mais o interesse e seja até mais explicativo do que simplesmente: “Eu sou programador”.

  • Lord Linux

    Rapaz, vou confessar viu? Agora ficou fácil descrever o que um programador faz. Agora uma coisa é certa, não sei se vou até o fim como programador, mas em dúvida nenhuma, meu gosto pela música simplesmente eclodiu que coisa hein? Eu sou um aculturado mesmo, nunca tinha parado pra ouvir uma orquestra, foi impossível mesmo ficar só no início…Muito obrigado por tudo isso!!! Valeu mesmo!!!

    • E aí, @lordlinux:disqus! Que bom que curtiu 🙂
      Orquestras são demais! Eu não posso dizer que entendo muito de orquestras também. Vou bem menos do que gostaria, mas ainda assim, toda vez que tenho a oportunidade de ver uma fico impressionado.

      Valeu pelo comentário.
      Abraço!

  • Bruno Andrade

    Achei excelente a analogia.

  • Tiago Santos Silva

    Gostei da Linkagem.

    • E aí Tiago!
      Obrigado por acompanhar aqui o blog!

  • Chrysthofer Amorim

    Muito boa essa analogia do compositor e programador

    • Opa, valeu!
      Legal saber que o pessoal lá do curso está acompanhando aqui também 🙂